Pneumonia mata, mas pode ser evitada!

A  pneumonia mata. É uma doença grave. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a cada ano morre 1,6 milhão de pessoas no mundo. A doença atinge, na maioria das vezes, idosos e crianças menores de 5 anos.

A pneumonia é uma inflamação dos pulmões causada por agentes infecciosos, como bactérias ou vírus. É uma das principais causas de internação hospitalar, em todo o mundo. No Brasil ela representa a quarta causa de hospitalização em idosos.  Nos EUA, estima-se que ocorram, a cada ano, aproximadamente 60.000 mortes por pneumonia, em idosos.

Nos jovens, a doença promove febre, tosse com catarro e dor no peito associada à tosse e à respiração. Já o idoso apresenta queda do estado geral, redução do apetite, desânimo e mudança do estado mental.

O tratamento no idoso pode ser feito em casa ou no hospital, vai depender da avaliação do médico.

 

Já existe vacina para prevenir a pneumonia. Foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Prevenar 13, que antes era aplicada apenas em crianças menores de seis anos, e agora já está liberada para adultos acima dos 50.

Existem dois tipos de vacinas no Brasil: A de polissacarídeo protege contra 23 tipos de pneumococo e é recomendada para adultos com mais de 60 anos ou portadores de doenças respiratórias. Já a conjugada 13-Valente leva à maior resistência imunológica, é também indicada para crianças e, mais recentemente, foi liberada para adultos com mais de 50 anos portadores de doenças pulmonares crônicas e fumantes.

 

Entrevistada: Dra. Lara Maia

Assessoria de Imprensa: Mariana Freire 9.8606.1357